domingo, 21 de julho de 2013

Missão

E neste tempo sincero
Que concretiza o que espero
Vejo que é tudo tão sério
Vejo que é tudo tão belo

É que eu sonhei no passado
Mas não achei que diria: "alcançado"
Alcançado? Não ainda, alcançando
Mas olho pra frente: avançando

Um chamado, uma vocação
Um passado, um perdão
Sei que não sou mais que trigo
Mas tu podes fazer-me pão

Sou apenas barro,
Mas tu tens a mão
Sou apenas um vaso em preparo
E tu dás a inspiração

Não tenho tudo o que quero
Mas quero tudo o que tenho
A tua graça basta ao meu sustento
E encharca de amor - meu alimento

É o que sou no momento
Mais que isso: o Teu belo intento
A caminho do que será o desfecho
A via que leva todo o meu apreço