quarta-feira, 8 de maio de 2013

Sonho

Sonho vivo, mas apenas ilusão
Visão noturna, mas somente miragem
Causa desconhecida, fala-se de alimentação
Talvez pensamentos diurnos, visagem

Olhei você no sonho, que surpresa!
Esperava qualquer outro, não uma princesa.
Mas li romance, pensei vários instantes
Era você de dia, que me impediu de ir avante

De noite não poderia esperar variante
Meu coração palpitou, senti vibrar no peito
Porém, dormia como por calmante
Olhando aquela bela surpresa fiquei sem jeito

Não tinha assunto, nem você
Era surpresa mútua. Só podia ser
Suspira a alegria de dormindo te ver
Mesmo porque acordado não poderia esquecer

Mas é pena que era só sonho
Sonho sozinho
Mais que isso? Nem um pouquinho

Sonho alegre, fiquei contente
Mas acordei, como sempre, de repente
E não vi mais nada
Que pena! Fui viver a vida acordada.