terça-feira, 5 de março de 2013

Deus é glorioso

É sim! Glória profunda e radiante
Faz o coração temeroso seguir adiante
E o exército ferido marchar avante
A glória eterna, formosa e brilhante

O pecado é vergonhosamente revelado
O Maligno, esplendorosamente derrotado
Os rebeldes, assombrosamente aviltados
O temor voluptuosamente aumentado

É que o Rei dos reis marcha em seu cavalo branco
E é seguido por seus exércitos de santos e de anjos
É Ele quem faz tantas maravilhas, prodígios e sinais
Quem tem em suas mãos todo ouro, prata e muito mais

Ele é Rei! Venha e reine sobre nós!
Rei da glória, em toda sua majestade!
Tire o jugo pesado do pecado atroz
Coloque o jugo suave da Tua boa vontade

Este, que hoje reina coroado em sua Igreja,
U'a coroa de espinhos já levou em sua cabeça
Este, que hoje está no trono, Jesus,
Já esteve um dia pendurado na cruz

Assim todos os reis reinam sobre o sangue
De seus inimigos derramado. Alardeante.
Mas este Rei, eterno e glorioso
Reina sobre o próprio sangue. Amoroso!

E todos os seus servos dizem: Glória!
E cantam a sua perfeita e eterna vitória
Todo o mundo um dia se dobrará
Para a sua majestade eterna confessar.