sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

O caniço ferido

Uma leitura proveitosa não é muito fácil de encontrar. Ainda mais hoje em dia, com a ética de mercado que invadiu os meios evangélicos, boa parte dos livros tem sido escritos para vender, e não para edificar e testemunhar da grandeza do Senhor nosso Deus.

O livro Caniço Ferido, de Richard Sibbes, é um oásis de leitura nesse momento. Quando comecei a leitura do livro, confesso que estava desconfiado. O fato de ele ser puritano me fez pensar em quão calvinista ele seria, o que não pareceu bem ao meu coração arminiano. Mas logo após os primeiros parágrafos, percebi que ali havia tesouros a serem garimpados.

Recomendo a leitura. É edificante, nos aproxima de Deus, é bíblica, é boa. E só pra dar um gostinho, cito dois parágrafos que não serão completamente compreendidos assim, fora do seu contexto, mas que mesmo assim podem dar alento a quem está passando por momentos difíceis.

"Aqui aprendemos que não devemos ser rígidos em demasia ao julgarmos a nós e a outros quando Deus nos exercita com ferimento sobre ferimento. Deve haver uma conformidade com a nossa cabeça, Cristo, que foi ferido por nós (Is 53.5) para que possamos conhecer quanto estamos ligados a ele.

Espíritos ímpios, ignorantes quanto aos caminhos de Deus em levar seus filhos ao céu, censuram os cristãos esmagados pela dor como pessoas miseráveis, sendo que Deus está operando neles uma boa obra, graciosa. Não é questão fácil trazer um homem da natureza para a graça, e da graça à glória, tão inflexíveis e intratáveis que são nossos corações."