sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

A voz de Deus

Li uma frase hoje que merece ser citada.

Principalmente quando nós passamos por situações difíceis, a voz de Deus se torna uma necessidade patente. Não é que só precisemos ouvir a voz de Deus quando em lutas e tribulações. Mas que nas lutas essa necessidade se destaca de uma maneira muito contundente.

E essa frase fala exatamente disso, da voz de Deus. É uma frase de Richard Leroy Hoover, o contexto é um comentário ao livro de Jó: "Enfim, a voz de Deus traz paz, descanso e luz às situações mais penosas e circunstâncias adversas."

É muito interessante analisar esta frase à luz do seu contexto. Haja vista que quando Deus finalmente falou com Jó, tudo se resolveu de forma gloriosa, e o coração de Jó se alegrou finalmente, ainda que a pergunta tema de todo o livro não tenha sido respondida.

Jó e seus amigos passaram o livro todo discutindo sobre a razão dos sofrimentos de Jó. Uns diziam que a culpa era de Jó, que ele tinha pecados ocultos, e que Deus estava cobrando dele. Mas nós já sabíamos que não era isso. Outros diziam que Deus estava querendo ensinar alguma coisa para Jó. Nós sabemos que pode até ser isso, mas não era apenas isso. E o próprio Jó, achava tudo aquilo uma grande injustiça, e esperava de Deus uma reparação.

No últimos capítulos do livro Deus finalmente se manifesta e fala com Jó, de dentro de um furação, em meio a relâmpagos e trovões. Então nós examinamos cada versículo com cuidado apenas para descobrir que Deus em nenhum deles tenta responder a pergunta de todos: porque Jó passou por tudo aquilo?

Mas à medida que Ele fala, o simples fato de saber que Ele continua soberano, que ainda tem bons planos para nós, que ainda nos ama, a despeito de estarmos passando por tantas lutas, sim, apenas o som da sua voz já é suficiente para acalmar as águas turbadas do nosso coração.